EUA aceleram campanha de vacinação e população retoma suas atividades


Já são mais de 101,8 milhões de americanos vacinados com pelo menos uma dose. Eles começaram a realizar atividades normais, como encontrar a família, jogar futebol, viajar, fazer planos para celebrar o casamento, jantar fora e ver amigos.

Os EUA têm vacinado em média 2,8 milhões de pessoas por dia, e o número é maior a cada semana. Em janeiro, quando Joe Biden tomou posse, o país vacinava em média 900 mil moradores a cada 24 horas. A previsão é que o ritmo aumente em abril, com a entrega de novos lotes das vacinas pelas farmacêuticas Moderna, Pfizer e Johnson & Johnson, e abertura de novos centros de vacinação em massa.

Pelas contas da Casa Branca, 90% dos adultos americanos estarão elegíveis para receber a vacina até 19 de abril, antes da meta de Biden de permitir a vacinação a qualquer um a partir de maio. Em 22 dos 50 Estados, a vacinação já está disponível para qualquer morador com mais de 16 anos.

Os EUA ainda estão distantes, no entanto, da sonhada imunidade coletiva, que exige entre 70% e 80% da população vacinada. O Estado com uma campanha de vacinação mais avançada, atualmente, é o Novo México, onde pelo menos uma dose de imunizante já foi aplicada em 38% dos residentes.

Nesta semana, Biden pediu aos governos estaduais e locais que mantenham ou restabeleçam a determinação para uso de máscaras em lugares públicos. 

Quanto à vacinação, a meta do governo é imunizar toda a população adulta até 1º de maio, informa O Estado de S.Paulo.

Sandra Lindsay, enfermeira que foi a primeira pessoa a ser vacinada contra Covid-19 nos EUA e Caixas com vacinas contra Covid-19 da Pfizer na UPS Worldport, em Louisville, Kentucky

Sandra Lindsay, enfermeira que foi a primeira pessoa a ser vacinada contra Covid-19 nos EUA e Caixas com vacinas contra Covid-19 da Pfizer na UPS Worldport, em Louisville, Kentucky (Foto: Reuters)