Covid-19: Ministério da Saúde dispensa licitação para aquisição de vacinas da Rússia e da Índia

  • Post category:Brasil / Saúde

Brasileiros terão em breve mais opções de vacina contra a Covid-19. O Ministério da Saúde dispensou o uso de licitação para compra dos imunizantes Covaxin, da Índia, e Sputnik V, da Rússia. O objetivo é agilizar o processo de aquisição das doses.

No entanto, a compra ainda depende da aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para uso emergencial.

Pazuello promete vacinas a prefeitos a partir da próxima terça-feira (23)

Vacinação contra coronavírus caminha a passos lentos no Brasil

Ao todo, serão disponibilizadas 10 milhões de doses da Sputnik V para a população, sendo 400 mil em março, 2 milhões em abril e 7,6 milhões em maio; e 20 milhões de doses da Covaxin, sendo 8 milhões em março, 8 milhões em abril e 4 milhões em maio. O investimento previsto é de R$ 639,6 milhões na vacina russa e R$ 1,614 bilhão na vacina da Índia.

Vacinação - Foto: Ministério da Saúde