Educação e Saúde discutem segurança para volta às aulas presenciais

Na tarde desta quarta-feira (13), representantes da Secretaria Municipal de Educação (Seme) e da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) se reuniram com o prefeito Euclério Sampaio para definir estratégias sobre o ano letivo de 2021. Em todo o processo, a maior preocupação é a segurança de todos os professores, estudantes e demais servidores da rede municipal de ensino em relação à prevenção à Covid-19.

Mesmo sem uma data determinada para o retorno das atividades presenciais, já estão sendo realizadas ações seguindo as normas determinadas pelos órgãos de saúde. Entre as atividades estão a sinalização das unidades escolares, aquisição de jalecos de tecido para os professores (quando as aulas presenciais voltarem, cada educador receberá dois jalecos); aquisição de tapetes sanitizantes; aquisição de produtos de limpeza para limpar o chão, objetos e móveis das escolas; aquisição de álcool em gel; aquisição de máscaras de tecido (cada servidor da Seme e cada estudante receberá quatro máscaras, quando houver o retorno das atividades presenciais); aquisição de protetores faciais para todos os educadores.

“Estamos nos reunindo para montar estratégias para dar toda a segurança para professores e alunos, quando for possível voltarmos às atividades presenciais”, disse o secretário de Educação, José Roberto Martins Aguiar.

Atualmente, a rede municipal de ensino de Cariacica possui 4 mil professores e 47.752 alunos, que vão desde a Educação Infantil até a Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Cariacica tem 112 escolas municipais. E estão previstas para o primeiro semestre de 2021 as entregas dos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmei) Santa Luzia (Porto Belo II); Alzira Ramos; Cariacica Sede (Morrinhos); Jardim América; e Vila Prudêncio.

Até o momento, a Seme informa que a retomada às atividades letivas está prevista para a primeira semana de fevereiro. A princípio, o retorno será remoto. As aulas presenciais só serão retomadas após decisão articulada com as autoridades sanitárias e com os demais municípios.

As aulas presenciais estão suspensas desde março de 2020, devido à necessidade de distanciamento provocado pelo coronavírus. Desde então, os alunos têm estudado de forma remota, como com as atividades virtuais da plataforma #DeverEmCasa, atividades impressas que os pais ou responsáveis buscam nas escolas (em dias e horários agendados para evitar aglomeração) e pelo projeto “Vamos Aprender”, em que os estudantes podem assistir à aulas em três canais diferentes de TV Aberta (cada canal destinado à fase escolar em que a criança se encontra).

A Seme informa que aprovou o calendário 2020/2021 considerando que há uma continuidade do currículo escolar. Ou seja, aqueles conteúdos que não foram trabalhados em 2020 serão aprofundados em 2021. Por isso, será um calendário bianual.

Por Dayse Torres
Fotos Arnaldo Peruzo

Leia também

Glittertape: conheça a iniciativa de alunos paulistas para prevenção ao novo coronavírus entre as crianças

Uma fita dupla face e glitter. Materiais simples, mas que nas mãos de seis estudantes paulistas se transformaram em ferramentas para prevenção ao novo...

Alunos do Sesi Planalto (GO) desenvolvem solução que impede a proliferação do novo coronavírus em superfícies

E se a máxima “cortar o mal pela raiz” pudesse se aplicar ao novo coronavírus? De uma certa forma, foi esse o objetivo dos...

Fiesc abre inscrições para voluntários que queiram elaborar projetos para o terceiro setor

Pessoas que queiram contribuir com a elaboração de projetos que ajudem o terceiro setor podem se inscrever no Elabora SC. Por meio dessa iniciativa,...

Últimas

Glittertape: conheça a iniciativa de alunos paulistas para prevenção ao novo coronavírus entre as crianças

Uma fita dupla face e glitter. Materiais simples, mas que nas mãos de seis estudantes paulistas se transformaram em ferramentas para prevenção ao novo...

Alunos do Sesi Planalto (GO) desenvolvem solução que impede a proliferação do novo coronavírus em superfícies

E se a máxima “cortar o mal pela raiz” pudesse se aplicar ao novo coronavírus? De uma certa forma, foi esse o objetivo dos...

Fiesc abre inscrições para voluntários que queiram elaborar projetos para o terceiro setor

Pessoas que queiram contribuir com a elaboração de projetos que ajudem o terceiro setor podem se inscrever no Elabora SC. Por meio dessa iniciativa,...

Cuidados com a Covid-19 devem continuar após a vacinação

Com a aprovação das vacinas contra a Covid-19 pela Anvisa, brasileiros têm esperanças renovadas de tudo voltar a ser como antes da pandemia; com...

Gestores municipais optam entre continuidade do ensino remoto e retomada das aulas presenciais

LOC.: Com o início do novo ano letivo, ainda em contexto de pandemia, os estados e municípios estão optando pela permanência da modalidade remota...