Militares concluem Missão Kayapó, no Pará

Militares concluem Missão Kayapó, no Pará

Em todas as aldeias visitadas, os olhares dos índios eram de reconhecimento ao trabalho Foto: Ministério da Defesa

Durante oito dias, a Missão Kayapó levou profissionais de Saúde e mais de três toneladas de insumos médicos para reforçar o combate à Covid-19 nas comunidades indígenas. A ação interministerial, coordenada pelos ministérios da Defesa e da Saúde, chegou ao fim em Ourilândia do Norte (PA).

Desde o dia 17 de novembro, foram beneficiados mais de 5 mil indígenas da etnia Kayapó por uma equipe de mais de 60 pessoas, sendo 26 profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e veterinários da Marinha, do Exército e da Aeronáutica. As aldeias contempladas foram Turedjam, Kikretum, Kokraimoro, Moikarako, Kubenkrãnkrehn e Gorotire, além de um atendimento centralizado na Casa de Saúde Indígena (Casai), em Ourilândia do Norte.

Durante a ação, foram promovidos mais de 700 testes rápidos para diagnóstico da Covid-19, em parceria com o Laboratório de Análises Clínicas Hilab, uma empresa de tecnologia de Curitiba (PR).

Em todas as aldeias visitadas, os olhares dos índios e os discursos das equipes de coordenação de cada comunidade eram de reconhecimento pelo trabalho desempenhado pelos militares das três Forças. O cacique Akiaboro, líder geral da comunidade Kayapó e da aldeia Kokraimoro, agradeceu a iniciativa das pastas da Defesa e Saúde. “Agradeço o trabalho de todos pelo o que estão fazendo por nós durante esta crise. Vocês contribuíram muito com meu povo Kayapó. Voltem mais vezes”, ressalta.

Segundo o coordenador administrativo da missão, tenente-coronel Klaus Raylen Tavares Rêgo, todo o planejamento feito para a missão foi executado. “O resultado foi extremamente positivo. Todas as aldeias que deveriam ser assistidas e suplementadas em saúde foram visitadas. Além da assistência à saúde, conseguimos levar 5,2 toneladas de cestas básicas, material de limpeza e higiene. Considero um sucesso a missão Kayapó”, finaliza.

Com informações do Ministério da Defesa

Leia também

Alunos do Sesi Planalto (GO) desenvolvem solução que impede a proliferação do novo coronavírus em superfícies

E se a máxima “cortar o mal pela raiz” pudesse se aplicar ao novo coronavírus? De uma certa forma, foi esse o objetivo dos...

Fiesc abre inscrições para voluntários que queiram elaborar projetos para o terceiro setor

Pessoas que queiram contribuir com a elaboração de projetos que ajudem o terceiro setor podem se inscrever no Elabora SC. Por meio dessa iniciativa,...

Cuidados com a Covid-19 devem continuar após a vacinação

Com a aprovação das vacinas contra a Covid-19 pela Anvisa, brasileiros têm esperanças renovadas de tudo voltar a ser como antes da pandemia; com...

Últimas

Alunos do Sesi Planalto (GO) desenvolvem solução que impede a proliferação do novo coronavírus em superfícies

E se a máxima “cortar o mal pela raiz” pudesse se aplicar ao novo coronavírus? De uma certa forma, foi esse o objetivo dos...

Fiesc abre inscrições para voluntários que queiram elaborar projetos para o terceiro setor

Pessoas que queiram contribuir com a elaboração de projetos que ajudem o terceiro setor podem se inscrever no Elabora SC. Por meio dessa iniciativa,...

Cuidados com a Covid-19 devem continuar após a vacinação

Com a aprovação das vacinas contra a Covid-19 pela Anvisa, brasileiros têm esperanças renovadas de tudo voltar a ser como antes da pandemia; com...

Gestores municipais optam entre continuidade do ensino remoto e retomada das aulas presenciais

LOC.: Com o início do novo ano letivo, ainda em contexto de pandemia, os estados e municípios estão optando pela permanência da modalidade remota...