Jogo eletrônico ajuda na alfabetização de crianças

Jogo eletrônico ajuda na alfabetização de crianças

Aliar brincadeira, tecnologia e aprendizado. Com esse objetivo, foi lançado nesta sexta-feira (27), pelo Ministério da Educação (MEC), o GraphoGame, uma ferramenta, com jogos, voltada para a alfabetização de crianças. “Esse projeto é uma maneira lúdica de levar as crianças a se envolverem com a alfabetização”, explica o ministro da Educação, Milton Ribeiro.

O jogo pode ser baixado de forma gratuita e, uma vez instalado, funciona sem internet. Tudo para facilitar a vida de crianças, pais e professores. “É uma ferramenta de apoio à alfabetização que não substitui a presença do professor em sala de aula”, lembra o secretário de Alfabetização do MEC, Carlos Nadalim.

Professores podem utilizar o GraphoGame como uma ferramenta de apoio à alfabetização e à aquisição de conhecimento de literacia. Além disso, podem adotá-lo como instrumento para remediar defasagens educacionais. Pais também podem fazer uso do software em casa.

O jogo reforça componentes essenciais para alfabetização destacados pela Política Nacional de Alfabetização, sobretudo a consciência fonológica e o conhecimento alfabético. “O jogo promove por meio de atividades lúdicas a aquisição dessas habilidades que são os primeiros passos que as crianças precisam dar para depois conseguirem ler com fluência e compreensão. É claro que a aprendizagem da leitura não se limita a esses dois componentes, mas eles são centrais no início desse processo”, acrescenta Nadalim.

GraphoGame

O jogo inspirou pesquisas acadêmicas em mais de 30 países e já foi adaptado para mais de 25 línguas. No Brasil, o Instituto do Cérebro, vinculado à Universidade Católica do Rio Grande do Sul, adaptou o game para o português do Brasil.

Até hoje, já foram produzidos sobre a ferramenta: 18 teses de doutorado, mais de 100 dissertações de mestrado e 91 papers. Apenas em 2020, 14 papers foram publicados mundialmente a respeito dos benefícios da utilização desse aplicativo.

A adaptação brasileira do jogo foi feita para crianças entre 4 e 9 anos de idade. E a recomendação é utilizar por até 15 minutos diariamente com fones de ouvido.

Quer saber mais?

Para conhecer mais o jogo, como baixar e utilizar a ferramenta no apoio a alfabetização das crianças, acesse 

 

Leia também

PM apreende armas e munições em Marataízes

Na noite de sexta-feira (22), policiais militares da 9ª Companhia Independente receberam informações de que um homem possivelmente estaria comercializando armas de fogo na...

Mapa de Risco Covid-19: visitas sociais são retomadas no sistema prisional

Todas as 35 unidades prisionais do Estado voltam a realizar as visitas sociais normalmente, considerando o 41º Mapa de Risco Covid-19, em vigência a partir desta...

Drogas e armas são apreendidas pela PM neste final de semana em Guarapari

No último final de semana, militares do 10º Batalhão durante o serviço no município de Guarapari, apreenderam armas, munições e drogas. Na noite de domingo...

Últimas

PM apreende armas e munições em Marataízes

Na noite de sexta-feira (22), policiais militares da 9ª Companhia Independente receberam informações de que um homem possivelmente estaria comercializando armas de fogo na...

Mapa de Risco Covid-19: visitas sociais são retomadas no sistema prisional

Todas as 35 unidades prisionais do Estado voltam a realizar as visitas sociais normalmente, considerando o 41º Mapa de Risco Covid-19, em vigência a partir desta...

Drogas e armas são apreendidas pela PM neste final de semana em Guarapari

No último final de semana, militares do 10º Batalhão durante o serviço no município de Guarapari, apreenderam armas, munições e drogas. Na noite de domingo...

Executor de frentista é detido em Cachoeiro de Itapemirim

Um suspeito de 22 anos, apontado como executor do assassinato do frentista Reginaldo dos Santos Ramos, foi detido, na última sexta-feira (22), em sua...