Hábitos saudáveis e tratamento adequado são importantes para o controle da diabetes

Hábitos saudáveis e tratamento adequado são importantes para o controle da diabetes

Depois que foi diagnosticada com diabetes, Sebastiana Costa Santos, de 78 anos, mudou os hábitos alimentares e começou o tratamento no SUS Foto: Agência Brasil

Considerada uma doença silenciosa por, na maioria das vezes, não manifestar sintomas ou causar mal-estar no paciente, a diabetes esteve entre as cinco principais causas de morte no Brasil em 2018. Por isso, a prevenção, o diagnóstico precoce e o tratamento correto são peças-chave no controle da doença.

O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece diagnóstico, acompanhamento e tratamento completo para a diabetes, inclusive com distribuição de insulina quando necessário. O atendimento conduzido pela Atenção Primária à Saúde pode evitar hospitalizações e complicações relacionadas à doença. As equipes de saúde da família fazem acompanhamento multiprofissional.

“Em 2020, o recurso investido para a manutenção das equipes de Saúde da Família em ações da promoção de saúde, entre elas academia da saúde, programa saúde na escola e ações para alimentação e saúde, até o momento somam mais de R$ 14 bilhões”, explica o secretário da Atenção Primária à Saúde, do Ministério da Saúde, Raphael Parente.

“Em 2020, o recurso investido para a manutenção das equipes de Saúde da Família em ações da promoção de saúde, entre elas academia da saúde, programa saúde na escola e ações para alimentação e saúde, até o momento somam mais de R$ 14 bilhões”, explica o secretário da Atenção Primária à Saúde, do Ministério da Saúde, Raphael Parente

“Além desse valor, ainda este ano, o ministério destinou mais R$ 221 milhões por meio de portaria que instituiu, em caráter excepcional e temporário, no contexto da Covid-19, incentivo financeiro federal para atenção às pessoas com obesidade, diabetes e também hipertensão arterial”, frisa o secretário.

A diabetes é causada pela produção insuficiente ou resistência à insulina, hormônio que regula a glicose no sangue e garante energia para o organismo. De acordo com o Ministério da Saúde, no Brasil, estima-se que 9 milhões de pessoas que acessam a Atenção Primária têm diabetes, sendo que 35% dessas pessoas estão cadastradas nas unidades de saúde.

Em 2019, foram feitas 11 milhões de consultas para pessoas com essa doença. No mesmo ano, o número de internações por diabetes foi 136 mil, gerando um custo de R$ 98 milhões de reais.

Depois que foi diagnosticada com diabetes, Sebastiana Costa Santos, de 78 anos, mudou os hábitos alimentares e começou o tratamento no SUS. Ela contou que procurar o médico foi fundamental para controlar a doença. “Acho que o tratamento é muito bom. Aconselho que procurem sempre um médico para se tratar e procure com muito cuidado, não deixe de ir ao médico para medir a glicemia, se alimentar bem, fazer exercícios e exames permanentes por causa da glicemia”, relatou.

O último dia 14 foi o Dia Mundial de Combate ao Diabetes, data em que são lembrados os perigos da doença e cuidados para evitá-la.

Prevenção

A melhor forma de prevenir é praticando atividades físicas regularmente, manter uma alimentação saudável consumindo frutas, verduras e reduzindo sal, açúcar e gorduras. É importante também manter o peso controlado, evitar o consumo de bebidas alcoólicas e não fumar. Pessoas com histórico familiar de diabetes devem redobrar os cuidados.

Fatores de risco

Além dos fatores genéticos e a ausência de hábitos saudáveis, outros fatores podem contribuir para o desenvolvimento do diabetes como a pressão alta, colesterol alto ou alterações na taxa de triglicérides no sangue, o sobrepeso principalmente se a gordura estiver concentrada em volta da cintura e doenças renais crônicas.

Tipos de diabetes

Diabetes tipo 1: doença crônica hereditária. Cerca de 90% dos pacientes diabéticos no Brasil têm esse tipo. Aparece geralmente na infância ou adolescência, mas também pode ser diagnosticada em adultos. O tratamento exige o uso diário de insulina para controlar a glicose no sangue.

Diabetes tipo 2: ocorre quando o corpo não aproveita adequadamente a insulina produzida. A causa está relacionada a fatores como histórico familiar, idade superior aos 45 anos, sobrepeso, sedentarismo e hipertensão arterial.

Pré-diabetes: é um sinal de alerta do corpo quando os níveis de glicose no sangue estão mais altos do que o normal, mas ainda não tão elevados para caracterizar a doença. A mudança de hábito alimentar e a prática de exercícios são os principais fatores de sucesso para o controle.

Diabetes gestacional: ocorre temporariamente durante a gravidez. As taxas de açúcar no sangue ficam acima do normal, mas ainda abaixo do valor para ser classificada como diabetes tipo 2.

Sintomas

Fome e sede excessiva e vontade de urinar várias vezes ao dia são os principais sintomas. Mas, dependendo do tipo, não há sinais específicos.

A diabetes tipo 1 pode provocar perda de peso, fraqueza, mudanças de humor, náusea e vômito. A tipo 2 traz sintomas como cicatrização demorada de feridas, visão embaçada e formigamento de pés e mãos.

Complicações

Cada tipo de diabetes requer cuidados diferenciados. Quando não tratada corretamente, a doença pode evoluir para formas mais graves e apresentar diversas complicações. Entre elas, problemas arteriais e amputações, doença renal, feridas nos pés de difícil cicatrização, cegueira e mais chance de desenvolver problemas nos olhos como cataratas e glaucoma.

Além disso, pode haver redução de sensibilidade devido aos danos que a falta de controle da glicose causa aos nervos. Essas duas condições fazem com que seja mais fácil sofrer com úlceras e infecções, que podem levar à amputação. A maioria das amputações são evitáveis com cuidados regulares e calçados adequados.

Hábitos saudáveis e tratamento adequado são importantes para o controle da diabetes apareceu primeiro em Voz da Barra.

Leia também

Eleitores devem estar atentos às proibições no dia do segundo turno das eleições

No próximo domingo (29), ocorre o segundo turno das eleições municipais deste ano. Eleitores de 57 municípios brasileiros irão se dirigir às urnas para...

Quem não votou no primeiro turno poderá votar no segundo, afirma TSE

Após o primeiro turno das eleições que registrou abstenção de 34,2 milhões de eleitores, uma das questões mais procuradas no Google mostra que essa...

Dois cachorros são diagnosticados com SARS-CoV-2 no Paraná

Após nove meses da pandemia do novo coronavírus no Brasil, os primeiros casos de contaminação em animais com a SARS-CoV-2, vírus causador da Covid-19,...

Últimas

Eleitores devem estar atentos às proibições no dia do segundo turno das eleições

No próximo domingo (29), ocorre o segundo turno das eleições municipais deste ano. Eleitores de 57 municípios brasileiros irão se dirigir às urnas para...

Quem não votou no primeiro turno poderá votar no segundo, afirma TSE

Após o primeiro turno das eleições que registrou abstenção de 34,2 milhões de eleitores, uma das questões mais procuradas no Google mostra que essa...

Dois cachorros são diagnosticados com SARS-CoV-2 no Paraná

Após nove meses da pandemia do novo coronavírus no Brasil, os primeiros casos de contaminação em animais com a SARS-CoV-2, vírus causador da Covid-19,...

Prorrogação da desoneração da folha de pagamento deve preservar empregos e gerar novas vagas

A prorrogação da desoneração da folha de pagamento, que atinge 17 setores da economia brasileira, deve proporcionar a manutenção de empregos e a geração...

Número de internações por Covid-19 volta a subir na Paraíba

O estado da Paraíba já passou dos 140 mil doentes com Covid-19 em casos registrados nos 223 municípios. Um estudo do Laboratório de Inteligência...