Inovação com foco em pessoas marca debates do segundo dia da VI Semana Estadual de TIC

A importância do ser humano no processo de evolução tecnológica foi o ponto principal dos debates, realizados nesta terça-feira (20), durante o segundo dia da VI Semana Estadual de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).

Na abertura, o presidente do Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest), Tasso Lugon, disse que a Semana está com uma programação diversificada e bastante rica.

“A tecnologia é muito importante para a sociedade e isso ficou ainda mais evidente com a pandemia. Estamos abordando diversos fatores relevantes para todos como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), o Novo Normal e a inovação no setor público e na iniciativa privada”, afirmou.

Na avaliação do coordenador-geral da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (Abep-TIC), Francisco Martins Araújo Neto, inovar é resultado de persistência, foco e determinação. “Discutir a inovação é algo muito oportuno atualmente. O Prodest é uma referência nacional no setor público de TI e consolida essa posição ao promover um evento desse porte”, acrescentou.

Inovação Digital

Com o tema “O Desafio da Inovação Digital – o Ser Humano como Foco Principal”, essa palestra foi ministrada por Lincoln Rezende, engenheiro mecânico e responsável por ações de inovação digital no segmento de aços planos da ArcelorMittal Brasil.

O palestrante apresentou o modelo de inovação adotado pela siderúrgica, denominado REAL (Resultado, Ética, Agilidade e Leveza para a Gestão). Também mostrou um histórico de ações inovadoras adotadas pela empresa, como o Plano Diretor de Automação de Tubarão, o uso de drones, a adoção de impressora 3D, o conceito de indústria 4.0, além do programa iNO.VC.

Para Rezende, a governança é fundamental para evitar a burocracia e rever processos e métodos de trabalho. “Por isso, o Programa iNO.VC. tem como metas acelerar a entrega de resultados tangíveis, incentivar a experimentação e fortalecer os ecossistemas de inovação”, reforçou.

Tendências

Outro destaque do evento foi a mesa-redonda com o tema “Pandemia e Antecipação de Tendências: Conectividade, Tecnologia e Estratégia”. Ela foi composta pelo consultor de tecnologia Gilberto Sudré, a secretária de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional (Secti), Cristina Engel; e o palestrante e consultor em inovação, Evandro Milet.

Para Gilberto Sudré, as empresas foram obrigadas a optar pelo home office por causa do distanciamento social. “O Novo Normal está modificando as relações de trabalho. É preciso um bom gerenciamento para o teletrabalho evitar problemas relacionados com a segurança da informação, como ataques virtuais e vazamento de dados”, frisou.

Na visão de Milet, a pandemia incentivou as reuniões corporativas a seguir o formato digital. O consultor ainda afirmou que muitas companhias identificaram os pontos positivos de adotar o trabalho remoto.

Muitas empresas estão interessadas em continuar com o teletrabalho, porque perceberam que esse modelo é viável para alcançar bons resultados. As organizações também vão aproveitar a nova conjuntura para contratar profissionais de outros municípios, estados e países”, disse.

Mudança

Para Cristina Engel, a pandemia provocou uma profunda mudança nos métodos de trabalho e nos setores de educação e de serviços. Ela também disse que é preciso atenção para todos serem beneficiados com o Novo Normal.

“Não basta entregar um equipamento para alguém trabalhar ou estudar de maneira remota. É necessário criar uma cultura digital para usar os recursos tecnológicos de forma correta e inteligente. Considero o sistema híbrido uma alternativa interessante para as empresas e os funcionários”, completou.  

A secretária mencionou que o teletrabalho pode influenciar na maneira de como os cidadãos se locomovem nas cidades. “Com o home office, muitas pessoas apenas vão sair de casa para outras atividades, como ir à academia, fazer compras, entre outras”, pontuou.   

 

Leia também

Força Federal fará segurança de três municípios durante a votação do segundo turno

As cidades de Manaus (AM), Fortaleza (CE) e Caucaia (CE) terão o reforço da Força Federal no segundo turno das eleições no próximo domingo...

Últimas

Força Federal fará segurança de três municípios durante a votação do segundo turno

As cidades de Manaus (AM), Fortaleza (CE) e Caucaia (CE) terão o reforço da Força Federal no segundo turno das eleições no próximo domingo...

Produção de café sustentável e tecnológica recebe suporte do Incaper em Sooretama

A produção de café conilon pelo cafeicultor Gerson Camiletti, em Sooretama, foi aperfeiçoada e transformada ao longo dos 20 anos de acompanhamento com o...

Sedu realiza formação para promoção da igualdade racial

A Secretaria da Educação (Sedu), por meio da...