PL prevê psicólogo para mulher vítima de violência

Atendimento deve ser prestado nas delegacias de Polícia Civil logo após apresentação da denúncia, de acordo com a proposta 

Por Larissa Lacerda

Mulheres vítimas de violência poderão contar com atendimento psicológico no Espirito Santo. É o que prevê o Projeto de Lei (PL) 487/2020, de autoria do deputado Luciano Machado (PV). O texto autoriza o governo estadual a oferecer, nas delegacias de Polícia Civil, atendimento humanizado e imediato às mulheres vítimas de violência doméstica e sexual, com triagem e acolhida feita por psicólogo. O atendimento deve ocorrer logo após a apresentação da denúncia.

De acordo com o deputado, o objetivo é proteger e resguardar a integridade física e emocional das vítimas. “Cuidar de uma vítima de violência doméstica e sexual não é apenas afastá-la fisicamente de seu agressor, e sim dar a oportunidade para que ela se abra com um profissional qualificado e tente reaver sua estabilidade e o equilíbrio que possuía antes de ficar cativa do sofrimento”, reforça o deputado.

O PL 487/2020 deve ser analisado pelas comissões de Justiça, Segurança, Saúde e Finanças, antes de ser votado pelo Plenário.
 

Mulher sentada de mãos cruzadas em frente a um homem segurando uma prancheta

Projeto deve ser analisado pelas comissões de Justiça, Segurança, Saúde e Finanças, / Foto: Getty Images